Criolipolise (Cooltech)
Exilis
Velashape III
Emsculpt
Ultrafomer III
Etherea (Luz Intensa Pulsada)
Mosaic
Endymed
PicoWay
Ultrafomer III
Após uma cirurgia plástica, seja ela qual for, o organismo passa por um processo de cicatrização que chamamos de reparo tecidual!
 
Esse reparo é dividido em 3 fases: inflamatória, proliferativa e remodelagem. Cada fase tem suas características individuais, e nosso objetivo com a Fisioterapia é conduzir o processo de reparo da forma correta, para que a fase de remodelagem aconteça o mais rápido e finalize o processo de cicatrização!
 
Quando ocorre a lesão após a cirurgia, nosso organismo produz muita matriz extracelular para reparar a lesão (caracterizada principalmente por excesso de colágeno, que são as conhecidas fibroses). Nosso trabalho é voltado para terapia manual, uma técnica específica chamada Liberação Tecidual Funcional (LTF ®), que tem como objetivo reorganizar o tecido depositado em excesso, prevenir e tratar fibroses e aderências!
 
A terapia compressiva (tape, talas e cintas) também é um auxiliar nesse processo! A compressão correta aumenta a degradação do tecido em excesso (fibroses), aproxima pele e músculo diminuindo o espaço de deposição de fibroses, e aumenta a absorção do edema e equimoses.
 
O tratamento de fibroses com massagens agressivas é contra indicado, pois lesaria ainda mais o tecido formando mais tecido cicatricial!
 
O uso de aparelhos estéticos como ultra-som, carboxiterapia e Radiofrequência também são contra indicados, pois os mesmos estimulam síntese de colágeno que já está ocorrendo de forma exagerada e poderia dessa forma piorar as fibroses e retardar sua recuperação!
 
Agende uma avaliação para mais informações!